segunda-feira, janeiro 23, 2006

lavandulas em sebe



A delimitar a zona de flores, comecei a plantar uma sebe de lavandulas. Para além de fornecer ensombramento a um canteiro demasiado exposto ao sol, servirá com certeza de habitat a algumas pragas e aos insectos auxiliares. Assim, podem ajudar a diminuir a presença de insectos nocivos nas culturas próximas e a aumentar a polinização (as abelhas adoram as flores de alfazema). Os seus pequenos arbustos servem ainda de corta-vento e regulam a temperatura nos canteiros que protegem.
Dá-se em todos os tipos de solo, bem drenado, embora algumas espécies prefiram um solo alcalino. Por se tratar de uma planta rústica, a quantidade de água necessária ao seu cultivo não é elevada.

4 comentários:

Troilite disse...

A escolha de lavanda para delimitar canteiros gerando um pequeno microclima na pate interior do canteiro é muito interessante.

Um link com uma boa descrição da lavanda. Tlvz possa ser útil!

http://www.thais.it/botanica/aromatiche/schedeit/sc_0018.htm

As Musas disse...

Ai ai a alfazema, tenho um arbusto já razoavel e este ano fiz saquinhos de cheiro com as semente.
Também a coloquei ao pé da horta exactamente por isso, para afastar as pragas. Tenho, em 3 canos diferente da horta: alfazema, rosmaninho e alecrim.

zooexotico disse...

Não é só útil. É linda!
E o perfume...

jardineira disse...

Humm as sebes de rosmaninho e alecrim são também uma boa ideia! E o perfume pode ser utilizado também para aromatizar o açúcar, a manteiga, o vinagre ... Vejam-se as receitas aqui:
http://www.saveursdumonde.net/ency_5/beurre/lavande.htm
http://www.routes-lavande.com/documents/Recettes.pdf

Bem-vindo, sr. Vulcões Verdes!